contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Servidores da Saúde fazem manifestação em Picos

Eles cobram da administração municipal plano de carreira, data base e regulamentação de repasses previdenciários

| quarta-feira, 27 agosto , 2014

Servidores da secretaria municipal de Saúde de Picos saíram às ruas na manhã desta terça-feira, 26, em protesto contra a demora no pagamento dos salários. Eles portavam faixas e cartazes denunciando a falta de sensibilidade dos gestores e cobrando uma solução para o problema.sid54545

Com faixas e cartazes e apoio de um carro de som, os manifestantes se concentraram em frente a sede da secretaria municipal de Saúde pela manhã. Por cerca de uma hora eles se revezaram ao microfone para denunciar os problemas enfrentados pela categoria, principalmente o atraso nos salários.

Gritando palavras de ordem e cobrando da gestão municipal uma solução, os manifestantes seguiram em caminhada até o Palácio Coelho Rodrigues – sede do governo municipal. Lá, houve uma parada e nova rodada de pronunciamentos dos líderes do movimento.

A manifestação encerrou em frente ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Picos (Sindserm). A presidente da entidade, Edna Moura, avaliou como positivo o movimento e previu que em outros protestos o número de participantes deve ser bem maior.

“Nossa intenção é de convocar a sociedade para ouvir e saber o que está acontecendo. Mostrar também para a própria secretária de Saúde o problema vivenciado pelos trabalhadores. Nós vamos intensificar nossa luta na próxima semana, de modo que a cada vez que formos às ruas a gente consiga mobilizar um número maior de pessoas” – anunciou Edna Moura.

Além da atualização do salário e a definição de uma data base para efetuação do pagamento, os manifestantes cobraram a regularização no Fundo de Previdência, que está atrasado, e a aprovação do Plano de Cargos, Salários e Carreira da Categoria, que deveria ter sido votado desde o mês de abril deste ano.kl5656656

O prefeito Kléber Eulálio (PMDB) comentou a decisão dos servidores em paralisarem as atividades por 24 horas. O gestor disse que não tem culpa no impasse, visto que o pagamento depende de repasses federais que não têm data certa para ser feito pelo Ministério da Saúde.

O prefeito disse ainda que é uma determinação de sua gestão criar o Plano de Cargos, Carreira e Salários para todos os servidores. Mas segundo ele, será feito na hora oportuna. O gestor responsabilizou as próprias categorias que por desejarem planos específicos acabaram atrasando a elaboração do projeto.

À tarde os servidores fizeram nova manifestação na Câmara Municipal durante a sessão ordinária e tiveram a promessa dos vereadores que irão acompanhar o atendimento das reivindicações por parte da administração municipal.

Com informações do Sindserm