contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Senadora defende campanhas sobre uso de capacete

Estatísticas apontam que milhares morrem vítimas de acidentes de trânsito no Piauí, principalmente provocados por motocicletas.

| terça-feira, 24 novembro , 2015

Milhares de pessoas morrem vítimas de acidentes de trânsito no Piauí, principalmente provocados por motocicletas. A falta do uso dos equipamentos de segurança, como o capacete é a principal causa das mortes. E por isso a senadora, em viagem por municípios do Médio Parnaíba, sugeriu que os gestores façam campanha de conscientização para o uso do capacete. No final de semana a parlamentar visitou Olho D’Água do Piauí, Amarante, Francisco Ayres, Arraial e Regeneração.DSC01363rrr

A senadora ressaltou que é um processo de educação, mostrar aos jovens que eles precisam permanecer vivos. E por isso a necessidade de se fazer campanhas educativas sobre o uso dos equipamentos de segurança no trânsito, como o capacete. E citou exemplos de municípios em que todos se uniram para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de se usar capacete, como em Queimada Nova em que não há fiscalização, mas todos usam o equipamento de segurança.

Em Olho D’Água os moradores pediram apoio para a instalação de um redutor de velocidade na BR 343, que dá acesso ao município distante 92 Km de Teresina. E relataram que há muitos acidentes no local, a maioria envolvendo motocicletas. O prefeito Antonio Francisco disse que a sugestão da senadora é muito boa, pois no município todos os moradores têm motos e ele, como médico, atente várias pessoas vítimas de acidentes com motos.

Em Regneração, a 128 km de Teresina, o secretário de Saúde, Antão Filho informou que a maioria dos atendimentos feitos pelo SAMU ( Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) é para vítimas de acidentes com motos. No período de setembro de 2014 a outubro de 2015 foram feitos 167 atendimentos, sendo 23 mortes com as vítimas na faixa etária de 18 a 38 anos. O secretário informou que a maioria das vítimas fatais era motociclistas.

Antão Ferreira disse que há mais de quatro anos são feitas regularmente campanhas educativas no município, envolvendo Ministério Público, Delegacia de Polícia e prefeitura. “São feitas blitze educativa e punitiva, mas as pessoas insistem em não usar o capacete. Elas não aderem à campanha.”