contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Secretário participa de lançamento de programa federal

O programa foi lançado por Dilma Rousseff em solenidade que contou com a presença do ministro da Micro e Pequena Empresa

| segunda-feira, 2 março , 2015

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Francisco das Chagas de Sousa (Chaguinha) participou em Brasília na última quinta-feira, 26, da solenidade de lançamento do Programa Bem Mais Simples Brasil e da apresentação da baixa integrada de empresas em todo o País.Secretário com o diretor-presidente do Sebrae nacional, LuÃ-s Barreto.

O programa foi lançado pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT), em solenidade que contou com a presença do ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif Domingos e dos secretários estaduais de Desenvolvimento Econômico de todos os estados da federação.

Um dia antes do lançamento do Programa Bem Mais Simples Brasil, o secretário Chaguinha participou ao lado dos colegas de outros estados, de uma reunião com o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Afif Domingos. O objetivo da reunião foi discutir o funcionamento e os avanços do programa de iniciativa do governo federal.

Segundo Chaguinha, o programa tornará mais fácil abrir e fechar pequenas e médias empresas no Brasil. O Bem Mais Simples prevê medidas como a redução da papelada necessária para abrir um negócio, a unificação de cadastros, o agrupamento de serviços públicos para os empreendedores em um só lugar e o fim de exigências que se tornaram indispensáveis com o uso das novas tecnologias, como a internet.

Ao destacar os avanços do programa, Chaguinha lembra que, segundo pesquisas de entidades como a CNI, o maior problema dos empreendedores não é abrir, mais fechar empresas. “Se antes do Bem Mais Simples abrir uma empresa era difícil, fechar se tornava quase impossível” – pontua o secretário de Desenvolvimento Econômico do Piauí.

Para Chaguinha, a implantação desse novo programa vai desburocratizar tanto o processo de abertura, como o fechamento de empresas e, segundo ele, isso é de fundamental importância para os empreenderes, principalmente os micro e pequenos empresários. Ele enfatiza que o novo sistema permite aos donos de negócios fecharam as empresas mais rapidamente, sem a necessidade de certidões negativas.

Reportagem José Maria Barros