contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner mamba

Publicidade

Saúde orienta sobre protocolos e dose de reforço contra a Covid

Comitê de Operações Emergenciais (COE) faz recomendações para que a população procure os postos de saúde para inicar ou completar o esquema vacinal contra a Covid

Redação | terça-feira, 19 dezembro , 2023

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) reuniu, nesta terça-feira (19), membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE) para avaliação da situação no estado em relação à Covid-19. Para evitar o aumento de casos, o COE recomendou que a população vá aos postos de saúde para iniciar ou completar o esquema vacinal contra a doença. A vacinação é a melhor forma de prevenir casos graves. Além disso, o Comitê orienta a manutenção dos protocolos de etiqueta respiratória, que evitam a propagação do vírus.

vacinacao-pessoas-com-deficiencia15.jpg

“Nesta reunião analisamos os números das três últimas semanas e nossa preocupação, neste momento, é com o reforço da vacinação. Chamamos as pessoas que ainda não tomaram nenhuma dose para receber a bivalente, e as pessoas que são idosas e imunossuprimidas, que voltem para receber mais uma dose de reforço, pois a gravidade das pessoas está relacionada diretamente à idade e aos imunossuprimidos. Então, procure os postos de saúde de seus municípios e se protejam”, alerta o secretário de Estado da Saúde, Antônio Luiz.

Por causa da movimentação intensa no comércio, ficou acordado que será solicitado ao Sindicato dos Lojistas orientações junto aos estabelecimentos comerciais quanto à utilização de álcool em gel para a higienização das mãos dos clientes. Para a população foi recomendado o uso de máscaras por idosos, imunossuprimidas e gestantes. Todas as medidas sanitárias já constam em decreto publicado no início do ano.

Na próxima semana, o Comitê de Operações Emergenciais volta a se reunir para nova avaliação da situação no estado.

“É importante para toda a população resgatar a higiene das mãos e o uso do álcool em gel; e temos um decreto vigente, de janeiro de 2023, que cita o uso de máscaras em ambientes abertos e semiabertos ou fechados, que deve ser optativo, porém, para imunossuprimidos, idosos e gestantes este uso é obrigatório. Então, pedimos à nossa população que siga essas orientações e tome todas as doses de vacinas necessárias para a proteção”, pontua a diretora da Vigilância Sanitária Estadual, Tatiana Chaves.

Dados Epidemiológicos

De acordo com os dados apresentados na reunião, pela Gerência de Vigilância em Saúde, o estado apresentou na última semana 106 casos notificados da doença e 3 óbitos. Todas as pessoas tinham comorbidades. Entre as vítimas, uma mulher de 40 anos portadora de neoplasia em estágio avançado, residente em Campo Grande do Piauí. Uma idosa de 91 anos com doença cardiovascular crônica, diabetes e doença neurológica crônica, residente em Elesbão Veloso-PI, além de outra paciente de 24 anos portadora de anemia falciforme, residente em Bom Lugar (MA).

A taxa de positividade dos exames realizados pelo Lacen-PI manteve queda nas últimas duas semanas, saindo de 17% na semana 48, para 8% na semana 49 e estando em 6% na semana epidemiológica 50. Os números de internações por síndrome respiratória aguda grave também apresentaram redução na semana 48 (26 de novembro a 2 de dezembro), quando duas pessoas estavam internadas e nas duas semanas seguintes, o número de casos de entrada em hospital foi zerado.