contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

River perde por 3 a 2 e precisa vencer em Teresina

Mesmo perdendo o time comemorou. Marcar dois gols no campo do adversário foi fundamental para as pretensões piauienses na competição.

| domingo, 8 novembro , 2015

O River perdeu o jogo em Ribeirão Preto por 3 x 2, porém o resultado foi festejado pelos jogadores, comissão técnica e pela torcida tricolor. Marcar dois gols no campo do adversário foi fundamental para as pretensões piauienses na competição. Durante o primeiro tempo no Estádio Santa Cruz, o time riverino jogou um futebol inteligente e de marcação cerrada, inclusive dificultando a saída dos jogadores do Botafogo para o ataque.rivesss

Flávio Araújo, com a ausência de Amarildo, optou por escalar Tiago Dias e Kássio no meio-campo, ao lado de Rogério. Ficou por conta de Xuxa a organização das jogadas para Fabinho e Eduardo, ficando fora da equipe o meia Esquerdinha. E foi assim que o River esteve melhor em campo durante a maior parte do primeiro tempo, quando tivemos apenas duas oportunidades de gols, uma para cada lado. O Botafogo acertou a trave e Eduardo na pequena área não conseguiu desviar a bola de Fabinho.

Os primeiros dez minutos do segundo tempo mostraram o River muito bem no jogo, inclusive adiantando mais a marcação, mas sofre o gol aos 11 minutos, em jogada de velocidade em cima de Tote. Gol de Francis. Mesmo com o placar contra, o River seguiu bem no jogo, porém sofreu o segundo gol aos 25 minutos, pelo meio de sua defesa. Novamente gol de Francis.

Flávio Araújo entendeu que precisava atacar para mudar a história do jogo, colocando Célio Codó no lugar de Rogério. E o próprio Célio Codó marcou, aproveitando a sobra de chute de Tiago Dias na trave, aos 36 minutos. O placar não era tão ruim. Flávio Araújo mandou prá campo Amorim na posição de Xuxa e Alex Santos já estava em campo no lugar de Tote para macar os ataques do Botafogo em cima do setor direito da defesa piauiense. E quando parecia que o jogo ficaria em 2 x 1, novamente Francis aos 42 minutos fez 3 x 1.

Um minuto depois Alex Santos cobrou falta no meio da pequena área, onde estavam Amorim, Célio Codó, Eduardo e vários defensores. A bola acabou balançando a rede botafoguense e com muítas dúvidas sobre a autoria do gol riverino, que permanece. O árbitro deu para Amorim. O que realmente importa é que o River diminuiu para 3 X 2 e logo em seguida, faltou pouco para Alex Santos empatar. A bola passou rente ao poste direito do goleiro Neneca.

Final de jogo com 3 x 2 para o Botafogo, o que dá ao River enormes possibilidades de ser campeão no Albertão, com vitórias de 1 x 0 ou 2 x 1.

Ficha técnica de Botafogo 3 x 2 River:

Local – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Gols – todos no segundo tempo na seguinte ordem: Botafogo 1 x 0 – Francis aos 11 minutos; Botafogo 2 x 0, gol de Francis aos 25 minutos; River 1 x 2, gol de Célio Codó aos 36 minutos; Botafogo 3 x 1, gol de Francis aos 42 minutos; River 2 x 3, gol de Amorim aos 43 minutos.

River – Naylson; Tote(Alex Santos), Índio, Rafael Araújo e Jádson; Kássio, Tiago Dias, Rogério(Célio Codó), Xuxa(Amorim) ; Eduardo e Fabinho. Técnico – Flávio Araújo.

Botafogo – Neneca; Samuel(Borges), Caio Ruan, Mirita e Augusto; Hélton Luiz(Carlos Henrique), Rodrigo, Pituca e Francis; Nunes e Canela(Vítor Hugo). Técnico – Marcelo Veiga.

Árbitro – Bráulio da Silva Machado(SC); Assistentes – Thiago Americano Labes(SC) e Hélton Nunes(SC); Quarto árbitro – Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral(SP).

A torcida riverina comemorou o resultado de 3 x 2, mesmo com derrota porque o tricolor tem amplas possibilidades de virar no Albertão e ganhar o campeonato brasileiro da Série D.

Fonte: Cidadeverde.com