contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Programa de prevenção às drogas já está em 37 cidades

O Proerd é executado pela Polícia Militar do Piauí e já alcança mais de sete mil crianças em 37 municípios do estado

| segunda-feira, 25 novembro , 2013

O ditado popular já diz “é melhor prevenir do que remediar” e é com esse intuito que o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), executado no Piauí pela Polícia Militar, atua junto às crianças piauienses alertando sobre os perigos do mundo do crime e das drogas.

Solenidade de conclusão do Proerd (Foto:Kalberto Rodrigues/PK)

Solenidade de conclusão do Proerd (Foto:Kalberto Rodrigues/PK)

Presente em 37 municípios piauienses, o Proerd já alcançou durante este ano mais de sete mil crianças. “A Polícia Militar tem recebido todo o apoio do Governo do Estado. Atuar preventivamente é um dos focos da Polícia Militar e esses jovens são frutos disso”, destacou o coronel Gerardo Rebelo, referindo-se aos alunos do Programa.

O programa trabalha com crianças que estão no 5º ano do ensino fundamental, com faixa etária entre 9 e 11 anos. “Optamos por essa fase por ser uma transição da infância para adolescência, um momento ideal para conscientizá-los a fim de que evitem o caminho das drogas e da violência”, explica major Elizete Lima, coordenadora Estadual do Proerd, em nosso Estado.

O tripé escola, Polícia Militar e família é a base da atividade. A escola solicita diretamente ao Comando Geral da Polícia, a inclusão da sua unidade no programa, a partir de então, um policial devidamente capacitado visita as salas de aula uma vez por semana e durante 50 minutos aplica lições sobre as consequências do uso de cigarro, maconha e outras drogas, além de trabalhar temas sobre amizade, enfatizando a importância de se manter distante das más companhias. O curso tem a duração de 12 semanas e, ao final deste período, toda a comunidade escolar é convidada para participar da formatura em que as crianças recebem uma certificação de criança proerdiana.

O programa é inspirado no D.A.R.E (Drug Abuse Resistance Education), criado na cidade de Los Angeles, nos EUA no ano de 1989, chegou ao Brasil em 1992, e hoje todas as capitais do país contam com este serviço.