contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Prefeito de Geminiano amplia seu grupo político

As lideranças que se juntaram ao grupo se comprometeram a votar nos candidatos apoiados pelo prefeito nas próximas eleições

| sexta-feira, 16 fevereiro , 2018

Passados um ano e quatro meses da disputa eleitoral, em Geminiano, o grupo político liderado pelo prefeito Erculano Carvalho (Progressistas) continua recebendo adesões.

Logo após assumir o comando do município, Carvalho ganhou o reforço do vereador Joaquim de Moura Gonçalves, o Netinho (MDB), na sua bancada de sustentação na Câmara Municipal. Depois foi a vez do ex-vereador Luzimar Hipólito (PSD) declarar apoio a atual administração. E agora, durante o Carnaval, quem se juntou ao grupo de Erculano foi o ex-vereador Nenildo Hipólito (PSD), que compôs a chapa majoritária encabeçada pelo ex-secretário de Saúde Manoel Borges, o Marli (MDB), derrotado com diferença de 492 votos pelo atual gestor.

Também passará a integrar a base governista o servidor público Pedro Ezequiel Teixeira Filho (MDB), que disputou uma vaga para o legislativo geminianense e obteve 96 votos. Todas as lideranças são das comunidades Ambrósio e Milhãs – região considerada principal reduto eleitoral do grupo de oposição liderado pelo ex-prefeito Tony Borges.

Erculano credita a chegada dos novos apoios ao reconhecimento de sua gestão e ao esforço que tem feito para atender às demandadas da população. “Para mim, é muito gratificante receber o reconhecimento das pessoas que não votaram na gente, mas graças a Deus estão reconhecendo que o nosso projeto é o melhor para o nosso povo”, declarou.

O prefeito disse que as adesões aconteceram de forma espontânea e que pelo menos por enquanto nenhuma das lideranças irá ocupar espaço em sua administração. “Eles vieram porque viram que nós estamos no rumo certo e assim como agente também querem que cidade se desenvolva”, frisa

As lideranças que se juntaram ao grupo de Carvalho se comprometeram a votar nos candidatos apoiados por ele nas eleições gerais de outubro próximo.

Fonte: Grande Picos