contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Polícia divulga fotos de assaltantes foragidos

Do montante roubado, cerca de R$ 70 mil foram recuperados. Parte do dinheiro estava com os suspeitos que foram mortos

| quarta-feira, 8 maio , 2019

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) divulgou fotos de dois foragidos suspeitos de participação no assalto a duas agências bancárias na cidade de Campo Maior, no interior do Piauí.

Nesta quarta-feira (08), a perseguição aos criminosos chega ao nono dia. No assalto foram roubados R$ 229 mil. Até o momento, oito suspeitos foram mortos em confronto com policiais, seis presos e pelo menos dois ainda estão sendo procurados.

De acordo com o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, entre os foragidos está Marcelo Pimentel Cunha Nery considerado um dos líderes da organização criminosa. Pela manhã, ele e um comparsa identificado apenas como Raimundo teriam roubado o carro de uma família que seguia para consulta médica em Teresina.

“O Marcelo fugiu do cerco policial na cidade de Barras e abordou uma família com cinco pessoas na estrada. Hoje, juntamente com o Raimundo, fizeram essa família refém. Foi feita uma barreira em Altos, os policiais deram ordem de parada, o Marcelo reduziu a velocidade e na sequência jogou o carro para cima dos policiais que conseguiram furar o pneu, mas os dois conseguiram fugir. Na frente, um refém pulou do carro e eles abandonaram as vítimas. O Marcelo roubou um Etios e continuou a fuga. O Raimundo está embrenhado no mato”, explica Tales Gomes.

Do montante roubado, cerca de R$ 70 mil foram recuperados. Parte do dinheiro estava com os suspeitos que foram mortos no confronto.

“O Marcelo aproveitou a saída temporária da Páscoa e não voltou para o sistema prisional. Ele é o cabeça de todos os assaltos que participa e agora deve responder por assalto a banco, organização criminosa e dois roubos de veículos. No caso de Campo Maior, ele e o Paulo França [ que foi morto no confronto] eram os líderes”, conclui o coordenador do Greco.

Informações sobre os suspeitos podem ser repassadas anonimamente pelo (86) 9 9978 0749.

Por Graciane Sousa
Cidadeverde.com