contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Picos decreta estado de emergência devido a seca

A única cultura a gerar uma pequena quantidade foi o feijão, estimada em 40%, enquanto que a mandioca, arroz e o milho as perdas foram totais

| quinta-feira, 7 agosto , 2014

Devido ao período de estiagem prolongado e as recorrentes perdas agrícolas que já somam quase 100% nas diversas culturas, o município de Picos decretou no dia 21 de julho estado de emergência. Decreto foi publicado no Diário Oficial da União.

Manoel Vieira, secretário de Agricultura de Picos - Foto: Paula Monize

Manoel Vieira, secretário de Agricultura de Picos – Foto: Paula Monize

Segundo o secretário de Agricultura de Picos, Manoel Vieira, a única cultura a gerar uma pequena quantidade de sementes foi o feijão, estimada em 40%, enquanto que a mandioca, arroz e o milho as perdas foram praticamente totais. Outra preocupação demonstrada pelo secretário é no que diz respeito a queda na produção do mel, ocasionada pelas poucas chuvas.

“Após avaliação das perdas agrícolas, falta de água em algumas localidades, conversamos com o prefeito Kleber sobre a decretação da situação de emergência. Além disto, após feito isto, o município poderá também participar de políticas públicas devido a situação de carência” disse Manoel Vieira.

Manoel Vieira lembrou ainda que medidas posteriores estão sendo tomadas, onde será elaborado um novo calendário para o cadastro dos agricultores que até o momento não foram incluídos no Garantia Safra, e concomitantemente o Bolsa Estiagem, ambos programas que oferecem subsídios ao pequeno agricultor.

A segunda iniciativa será efetivar junto ao Estado a Operação Carro-Pipa para abastecer as localidades que estão padecendo com a falta d’água, especialmente na área rural.

Fonte: Riachão Net