contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Picoenses são presos em Acauã tentando aplicar golpes

A prisão foi efetuada por policiais militares da cidade de Acauã, quando os suspeitos de 29 e 27 anos, tentavam fazer saques de benefícios previdenciários

Redação | quinta-feira, 9 fevereiro , 2023

Dois homens naturais da cidade de Picos foram presos, em flagrante, na tarde desta quarta-feira, 08 de fevereiro, em Acauã, suspeitos dos crimes de estelionato e falsa identidade. A prisão foi efetuada por policiais militares lotados no Grupamento da Policia Militar da cidade de Acauã, quando os suspeitos de 29 e 27 anos, tentavam fazer saques de benefícios previdenciários.

Segundo a PM, a prisão aconteceu quando a guarnição foi informada de que na Loteria Acauã, que fica localizada no centro da cidade, havia dois homens tentando fazer saques de benefícios sociais governo federal, através do aplicativo “Caixa Tem” da Caixa Econômica Federal sem apresentar documentos de identificação, o que causou desconfiança.

Coincidentemente, os policiais do GPM realizavam patrulhamento nas proximidades do estabelecimento bancário, e de imediato realizaram a abordagem em um dos suspeitos, que trazia consigo um aparelho celular do tipo Smartphone e a anotação de um número de CPF.

No mesmo momento, o outro suspeito que aguardava no veículo, ao perceber a abordagem no seu comparsa empreendeu fuga, e após acompanhamento tático o automóvel foi interceptado na BR 407, já no município de Paulistana.

Ao realizar a abordagem, foram encontrados mais dois aparelhos telefônicos do tipo Smartphone e mais uma anotação de CPF. Ao realizar as consultas desses documentos pode-se constatar que pertencem a pessoas do Estado de Minas Gerais.

Foram apreendidos pela polícia na ação, um veículo modelo Voyage 1.0, ano 2013/2014, cor branca, placa de Picos, 01 Smartphone Redmi 7A preto, um Smartphone Samsung Galaxy A32 preto e 01 Smartphone Samsung J8 roxo.

Diante dos fatos, os acusados, o veículo e demais materiais apreendidos foram apresentados à 12ª DRPC para a adoção do procedimentos criminais cabíveis, quando os imputados foram autuados pelos crimes de Estelionato, previstos no Art. 171, § 3° do CPB e Falsa Identidade previsto no Art. 307 do CPB.

Fonte: Cidades na net