contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Palestras marcam segundo dia da 12ª Jornada LGBT

Temas de conjuntura regional nordeste, histórico de ativismo LGBT e avaliação das políticas de atenção a essa população

| segunda-feira, 1 outubro , 2018

O segundo dia de evento da 12ª Jornada LGBT da cidade de Picos foi marcada por palestras e roda de conversa com temas de conjuntura regional nordeste, histórico de ativismo LGBT e avaliação das políticas públicas de atenção a essa população, equipamentos e estratégias de enfrentamento à LGBTfobia e de promoção dos Direitos Humanos, vivências de pessoas travestis e transexuais, educação e os direitos difusos coletivos, experiência exitosa do projeto “Viva Melhor Sabendo” em Picos, encerrando com momento cultural.

Palestras marcam segundo dia da Jornada LGBT em Picos – Fotos: Junior Oliveira

A palestrante Joseane Borges ministrou uma das palestras com o tema equipamentos e estratégias de enfrentamento à LGBTfobia e de promoção dos Direitos Humanos. Ela afirma que o foco da palestra é mostrar o desenvolvimento do Piauí no que se refere as políticas públicas para a população LGBT e como foram dadas essas estratégias por meio dessas políticas.

“Então nós enquanto pessoas que estamos atuando diretamente na promoção dos Direitos Humanos da população LGBT conjuntamente com o Movimento LGBT organizado conseguimos efetuar as diversas políticas, sendo elas a criação e efetivação do Conselho Estadual dos Direitos Humanos da população LGBT, esse que é o principal mecanismo de atuação da cidadania da população LGBT, porque é nele que a gente tem o feedback entre a sociedade civil organizada e poder publico”, comenta Joseane Borges.

A palestrante destaca as diversas políticas públicas que foram efetivas no Piauí como, por exemplo, as parcerias públicas privadas que atuam também nessa promoção da cidadania para a população LGTB, como o GDT de segurança pública, portarias de nome social, dentro outros ganhos importantes para o Piauí.

Joseane Borges enfatiza que o evento é grandioso porque já é a 12ª Jornada LGBT do Nordeste, sendo que apesar de ser do Nordeste tem gente de diversos outros estados fora do Nordeste que estão participando. “É de suma importância porque um município onde não está localizado no Centro da Capital, mas que está lá no interior do Piauí e que consegue fazer um evento tão grandioso para que a população LGBT se reúna e possa está lutando e conseguindo essas políticas públicas. Então é um evento de grande magnitude para que a população LGBT esteja também de fato construindo novas ações e também novas reivindicações para o público LGBT, fazendo assim, que o estado veja tamanhas reivindicações e que o estado possa garantir essas execuções dessas políticas públicas” afirma a palestrante.

A participante do evento que veio do estado de Alagoas, Anny Carla, elogia a Jornada: “A programação está maravilhosa com uma plenária bem ampla, bem diversa e isso mostra o trabalho que foi bem feito, destacando que a vivência em Picos está sendo bem atuante pelas meninas que estão fazendo um trabalho maravilhoso.” destacou.

“A gente que vem de outro Estado traz uma construção do movimento LGBT e a gente aprende e troca, levando as vivências do estado do Piauí para o nosso estado de Alagoas a diferença e a vivencia das meninas travestis, como elas estão se comportando e atuando no movimento LGBT aqui no Estado”, diz.

O evento é promovido pela Prefeitura de Picos, através da Secretaria de Cultura e Coordenadoria de Direitos Humanos e Livre Orientação Sexual. A programação será encerrada no domingo, 30, a partir das 14h com a Parada Cultural e da Igualdade de Picos.