contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

OAB auditou urnas e não verificou falhas, diz advogado

Vita Porto destacou que a OAB é uma das entidades certificadoras do processo, que verificou o funcionamento das urnas e não constatou falhas

Redação | quinta-feira, 24 novembro , 2022

O presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-SP, Ricardo Vita Porto, disse nesta quarta-feira (23), sobre o processo eleitoral e a ação do PL enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indagando possíveis equívocos nas urnas eletrônicas no segundo turno da eleição.

Vita Porto destacou que a OAB é uma das entidades certificadoras do processo eleitoral, que verificou o funcionamento das urnas eletrônicas e não constatou falhas.

“A OAB, antes mesmo do Exército, é uma entidade certificadora do processo eleitoral e peticionou ao TSE dizendo que verificou, auditou também as urnas eletrônicas, e não verificou nenhuma falha”, afirmou.
Leia Mais

De acordo com o presidente da Comissão de Direito Eleitoral da entidade, a Justiça Eleitoral deve apresentar uma solução rápida para o impasse, seja refutando os equívocos ou propondo uma auditoria.

“O que temos que pedir é que a Justiça Eleitoral seja rápida… nesse pedido do PL a Justiça Eleitoral precisa dizer dois pontos: que não teve nenhum impacto arquivar o pedido ou dizer que vai verificar e formar comissão para fazer a auditoria, se for feito, que seja feito muito rapidamente e concluído”, disse Vita Porto.

“As eleições precisam acabar, a gente precisa pelo menos de uma resposta rápida refutando esses equívocos ou, se vislumbrando algum indício de falha, que se faça essa auditoria. A eleição precisa acabar e o eleito precisa assumir”, incluiu o representante da OAB.

Fonte: CNN Brasil