contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

João Henrique quer Zé Filho de volta ao MDB

João Henrique Sousa quer deixar de ser voz praticamente isolada dentro do partido contra o governo de Wellington Dias (PT)

| sexta-feira, 23 fevereiro , 2018

O presidente nacional do SESI, João Henrique Sousa, quer reforçar a ala de oposição dentro do MDB. O ex-ministro quer deixar de ser voz praticamente isolada dentro do partido contra o governo de Wellington Dias (PT). Para isso, ele planeja convidar o ex-governador Zé Filho (sem partido) para voltar ao partido.

Com o grupo ligado a Zé Filho de volta ao MDB, João Henrique terá um reforço no discurso contra a pretensão dos deputados do partido, que querem continuar no governo petista. A bancada da legenda na Assembleia quer indicar o presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho, para ser vice na chapa de reeleição de Wellington Dias.

“Esse convite ao Zé Filho seria feita na quarta-feira (21). Haveria uma reunião com os três: eu, Zé Filho e o presidente Temer, mas Zé Filho teve um problema de agenda. O ex-governador é um grande nome e acreditamos que ele tem muito a contribuir com o MDB”, disse.

João Henrique reconhece que existe um grande obstáculo para o retorno de Zé Filho. A ligação do MDB do Piauí com o governador Wellington Dias. “Sabemos que o obstáculo é grande, mas vamos conversar com ele. Não é desejo de todo o MDB continuar no governo. Zé Filho representa isso também”, comentou.

O ex-ministro tem percorrido o Piauí com realização de caravanas em busca de apoio para a tese de candidatura própria do partido. Ele quer o apoio dos delegados da legenda que possuem poder de voto durante a convenção de julho que irá definir o futuro da sigla.

“Eu sigo com o desejo de que o MDB tenha candidatura própria. Acreditamos que isso é o melhor para o Piauí. Mantemos as caravanas e acreditamos que teremos sucesso durante a convenção do partido”, afirmou.

Por Lídia Brito/cidadeverde.com