contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Governo moderniza Portal da Transparência

O novo modelo possibilitará a uniformização das práticas contábeis permitindo que as informações sigam padrões internacionais.

| segunda-feira, 9 fevereiro , 2015

O Portal da Transparência é uma ferramenta bastante útil à população, pois através dele é possível acompanhar a gestão dos recursos públicos no âmbito do Poder Executivo Estadual. E para melhorar a forma de disponibilização das informações do Portal, o Estado do Piauí está adotando o novo modelo de Plano de Contas Aplicado ao Setor Público, que deve ser utilizado por todas as unidades da Federação.portal998

O Portal da Transparência é atualizado a partir das informações que constam no Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem), software responsável por todos os registros contábeis das despesas públicas do Estado. Este novo modelo, em processo de implantação, possibilitará a uniformização das práticas contábeis e adequação aos dispositivos legais vigentes, permitindo que as informações sigam padrões internacionais.

Segundo Márcio Barros, auditor governamental da Controladoria-Geral do Piauí (CGE), órgão responsável por gerir o Portal, as mudanças vão desde ajustes em softwares, a treinamento da equipe técnica responsável por gerir as informações. “Tal adequação exige ajustes em softwares, mudança de metodologia de trabalho e, conseqüentemente, treinamento da equipe técnica que irá operar e manter o Siafem de onde o Portal da Transparência do Estado do Piauí obtém os dados que serão disponibilizados à sociedade. Toda mudança na metodologia de trabalho exige adequações para que as melhorias tragam benefícios à população. Com o tempo, à medida que os novos conceitos vão sendo assimilados pela equipe técnica e os softwares devidamente adaptados, as vantagens obtidas serão refletidas diretamente no Portal da Transparência”, disse.

Para o auditor da CGE, a meta é melhorar ainda mais o acesso do cidadão à informação. “Em 2014, uma avaliação da ONG Contas Abertas mostrou que saímos do 24º lugar no ranking da transparência do país (em 2012) e demos um salto para o quinto melhor índice, onde avaliaram critérios como a usabilidade e a disponibilização do conteúdo. Também geramos novas ferramentas de busca ao cidadão, tudo isso teve impacto direto na forma como o usuário acessa o portal. E a nossa meta é, sem dúvida, melhorar ainda mais os mecanismos de transparência e sermos exemplo para os outros estados”, finaliza.