contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Governador negocia conclusão de obras com Ministério

Entre os projetos analisados estão a adutora do Sudeste, barragem de Tinguis, barragem de Pirangi e adutora Padre Lira

| sexta-feira, 13 fevereiro , 2015

Em reunião, nesta quinta-feira (12), com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, o governador, Wellington Dias, traçou um mapa com todos os projetos que estão sendo desenvolvidos no estado e as pendências que envolvem cada um deles. Para isso, o governador reivindicou a participação dos diretores de todos os órgãos que integram o ministério e mantém convênios com o estado, como Dnocs, Codevasf, Secretaria Nacional de Infraestrutura Hídrica e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Audiência com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi (Foto:Eunice Pinheiro)

Audiência com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi (Foto:Eunice Pinheiro)

“Esta reunião permitiu uma visualização geral dessas obras e o que o governo precisa fazer para que elas caminhem. A ideia agora é apresentar, o mais rápido possível, os documentos e as contrapartidas que estão pendentes nos órgãos e secretarias do governo federal. Calculo que até o mês que vem ou, no máximo, até abril, essas obras já estejam avançando”, afirmou Wellington Dias.

Na reunião, foram analisados projetos como a adutora do Sudeste, barragem de Tinguis, barragem de Pirangi, adutora Padre Lira, sistema de macrodrenagem de Oeiras, dique do Poti Velho, pavimentação da rodovia PI 140 e barragem de Castelo. Para cada um deles, o governador pediu a atenção especial do órgão envolvido. De acordo com o ministro Occhi, as obras que possuem pendências de documentação, terão soluções mais rápidas. Mas, as que ainda necessitam de recursos federais não empenhados, deverão ser incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 3, de acordo com a lista de prioridades que o governo do estado deverá apresentar.

Parcerias
Para o governador Wellington Dias, a reunião com a equipe do ministério também serviu para abrir novas possibilidades de desenvolvimento para o estado. Por exemplo, o caso dos projetos desenvolvidos nos Platôs de Guadalupe, para a produção de frutas. O governo federal já investiu em projetos de irrigação em Guadalupe e agora acenou com a possibilidade de integrar esses projetos com outros de empresas privadas. “Hoje, a região já conta com um projeto da Terracal, uma empresa privada que está investindo R$ 2,2 bilhões ali. Agora, o Dnocs está abrindo a possibilidade de integrar o projeto privado com o setor público, visando potencializar os investimentos naquela região. A Terracal e outras empresas poderão agilizar a execução de obras de irrigação, beneficiando pequenos e médios produtores, além de outras empresas instaladas lá, explicou o governador.

Wellington Dias disse ainda que, até junho, o ministério da Integração, juntamente com a Advocacia Geral da União, apresentarão os termos e condições para que seja elaborado o edital de convocação das empresas que desejarem participar do projeto.