contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Faltam apenas 5% para concluir duplicação da BR-316

O principal empecilho é o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que precisa ser retirado do local onde está atualmente, para que a rodovia possa passar

Redação | terça-feira, 10 janeiro , 2023

O diretor-geral, Leonardo Sobral, do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI) informou que falta apenas 5% para a conclusão da duplicação da BR-316, que liga Teresina ao município de Demerval Lobão.

Leonardo Sobral assumiu no dia 1º de janeiro a direção no DER-PI, e explicou que falta pouco para a conclusão da obra de duplicação da BR-316. O principal empecilho é o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que precisa ser retirado do local onde está atualmente, para que a rodovia possa passar.

Outro posto está sendo construído e será instalado mais a frente. “O nosso foco é finalizar a duplicação da BR-316, que é um importante corredor de ligação, e estamos fazendo o possível para auxiliar a desmobilização do posto da PRF, onde após a desmobilização desse posto, feito pela PRF, falta apenas 5%, do cronograma físico e financeiro que vai beneficiar toda a população”, explicou Leonardo Sobral.

Ele explicou que outra importante meta é dar continuidade ao plano de restauração das rodovias piauienses, principalmente as que dão acesso a capital piauiense, como os trechos de José de Freitas, União e Cabeceiras.

“Assumimos o compromisso para dar tenção especial ao plano permanente de recuperação de todas as rodovias piauienses, de Norte ao Sul do estado. Vamos dar um olhar especial nos corredores principais que ligam as cidades do interior até a nossa capital”, destacou.

Chuvas

O engenheiro Antônio Marcos afirmou que nesse período de chuvas, o Departamento de Estradas de Rodagem vai atuar para diminuir os impactos causados pela água.

“Nesse período a gente tem que redobrar as atenções, fazer uma intervenção mais rápida, principalmente com uma drenagem superficial, limpeza de bueiro, tapa buracos, são soluções corriqueiras, que o DER, vem fazendo”, afirmou.

Fonte: Cidade Verde