contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Em Teresina, Lula diz que ataques a Dilma partem da elite

Ex-presidente do Brasil, participou de evento em Teresina que lançou a pré-candidatura de Elmano Férrer ao Senado Federal

| sábado, 14 junho , 2014

O ex-presidente Lula Inácio Lula da Silva criticou, durante evento que lançou a pré-candidatura de Elmano Férrer ao Senado, nesta sexta-feira (13) em Teresina, as vaias direcionadas à presidente Dilma Rousseff durante a abertura do Mundial de Futebol no Brasil.

Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com

Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com

“Eu acho que a instituição Presidência da República, liderada por uma mulher tem que ser respeitada. Eu vi alguns moleques gritarem ontem no campo e não eram nenhum pobre que estava passando fome, não era nenhum pobre que não tinha escola, pelo contrário, pareciam que comiam demais e estudavam de menos, porque perderam a vergonha e a falta de respeito com a nossa presidente”, disse Lula para um público no Theresina Hall.

O ex-presidente disse que foi oposição por vários anos e que nunca desrespeitou um presidente da República.

“Eu ontem estava em casa assistindo o jogo e eu vi uma parte das manifestações contra a presidente Dilma. Eu fiquei pensando que não é nem escola, nem dinheiro, nem título de doutor que dá educação para uma pessoa. Educação a gente aprende dentro de casa”.

O ex-presidente defendeu, ainda, que o país não pode retroceder. Ele relembrou que estava há três anos e seis meses sem vir ao Piauí. Esse teria sido o período mais longo sem Lula vir ao Estado.

“A elite não aceita um pobre chegar a presidência. Mesmo assim, garanto que virei ao Estado fazer campanha para o Wellington Dias. O que está em jogo aqui não é só eleição, mas o tipo de projeto que se quer para o país”, defendeu Lula.

O petista iniciou o discurso relatando, também, sobre como descobriu que estava com câncer.

Reportagem Lívio Galeno/ cidadeverde.com