contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Em conferência, Picos discute igualdade racial

Na manhã desta sexta-feira foi realizada, no centro administrativo, a Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

| sábado, 30 setembro , 2017

Na manhã desta sexta-feira, dia 29, no auditório do Centro Administrativo, a Prefeitura de Picos através da Coordenadoria Municipal de Direitos Humanos realiza a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Picos.

Com o tema: “O Brasil na década dos Afrodescentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimento e igualdade de direitos”, a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Picos tem como objetivo estabelecer diretrizes e avaliar a implementação de politicas públicas, ações, programas e projetos para promoção da igualdade racial e enfrentamento à discriminação em razão, cor, etnia, religião e origem em âmbito Municipal e eleger a delegação de Picos para IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial.

A ocasião contou com a participação de representantes de várias entidades: líderes religiosos, secretarias municipais, coordenadores municipais, vereadores, Universidade Federal, Universidade Estadual etc.

O professor da Universidade Federal do Piauí, Paulo Mafra fala sobre a importância do evento para cidade de Picos. “A importância do evento para a cidade de Picos é forçar novas políticas. Eu acredito que de certa forma essas organizações e movimentos que contribuem para a conferência podem pensar em outras formas de políticas que independam do Estado”, afirmou o professor.

De acordo com a Coordenadora Municipal de Direitos Humanos, Jovanna Cardoso: “O objetivo da Conferência é fazer com que as pessoas se tornem multiplicadores das informações que serão repassadas no evento e faça com que Picos se transforme numa cidade onde as pessoas não possam viver com o racismo e com intolerância religiosa”, relatou a coordenadora.

“O evento é combater o preconceito que algumas pessoas sofrem. A gente está lutando de mais e queremos conseguir um espaço dentro da área da educação para podemos lutar contra qualquer tipo de preconceito, sendo que a Umbanda dentro de Picos ela ainda está repreendida nas escolas e nas ruas”, comentou Pai Raimundo Xangô, Umbandista da cidade de Picos.

“ Picos tem uma região significativa de comunidades quilombolas e dentro dessa perspectiva nós temos a necessidade de trabalho nas diferentes culturas e a promoção da igualdade racial é uma maneira de democratizar a sociedade fazendo ela mais justa para todos”, disse a Coordenadora Estadual de Igualdade Racial, Assunção Aguiar.

As propostas aprovadas no evento, que tratarem de atribuições do Estado, deverão ser encaminhadas A IV Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Picos.

Por: Karleusa Costa – Revisão: Daniel Holanda