contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Edital da Integração de Bacias sai na próxima semana

A ideia é captar água do São Francisco e levar água para irrigação, criação de animais e abastecimento para 800 mil pessoas

| segunda-feira, 24 março , 2014

O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, marcou para a próxima semana a publicação, no Diário Oficial da União, do edital para contratação do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) do Eixo Oeste do Projeto de Integração da Bacia do Rio São Francisco.

A garantia de Elmo Vaz foi dada ao deputado Assis Carvalho (PT/PI), que cobrou agilidade no andamento do projeto de estudo de viabilidade para a Integração de Bacias do rio São Francisco com as bacias da fronteira seca do Piauí.

rrsddda

Assis e Elmo participavam da inauguração de uma obra da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em São Raimundo Nonato, na sexta-feira (21), quando foi feito o anúncio.

O estudo de viabilidade, orçado em cerca de R$ 21 milhões, é necessário para que a obra seja incluída no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O valor da obra está estimado em R$ 2 bilhões.

A proposta da obra que vai trazer água ao semiárido piauiense é articulada pelo deputado federal Assis Carvalho. A ideia é captar água do São Francisco e levar, por um canal de até 300 km, água para irrigação, criação de animais e abastecimento humano para 800 mil pessoas, solucionando o déficit hídrico histórico na região, possibilitando que as famílias possam produzir e sustentar-se sem precisar recorrer a projetos emergenciais do governo durante as secas.

“Como a Seca é um evento cíclico, é necessário investir em ações que possibilitem às pessoas conviver com o semiárido. Uma obra estruturante como a Integração de Bacias representa a garantia de segurança hídrica na região”, argumentou o deputado ao defender o projeto junto à presidenta Dilma, em janeiro de 2013.

“Precisamos abastecer toda a fronteira seca do nosso Estado, mesmo que isso seja feito por etapas”, defende Assis. Ele propõe a inclusão de um canal abrangendo municípios que ficaram de fora anteriormente da proposta, como Guaribas, Caracol, Jurema, Anísio de Abreu, São Braz, Várzea Branca, Bonfim do Piauí e São Raimundo Nonato – todos localizados numa região que sofre com a estiagem.