contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Caso Titico Barbosa: Marcado julgamento dos réus

Josimar Holanda Nunes, o “Mazinho”, e José Gonçalves Nunes, o “Zé Neto” acusados de cometer o crime vão a julgamento no dia 20 de agosto

| terça-feira, 29 julho , 2014

Após mais de um ano da realização da audiência de instrução de julgamento dos acusados de assassinar o vereador Titico Barbosa, 41 anos, morto a tiros e facadas no dia 14 de outubro de 2012, os réus Josimar Holanda Nunes, o “Mazinho”, e José Gonçalves Nunes, o “Zé Neto” acusados de cometer o crime vão a julgamento no dia 20 de agosto. O caso que chocou a cidade de Picos e macrorregião pelos requintes de crueldade deve ser finalmente concluído com a estipulação da pena de prisão aos criminosos, caso seja realmente confirmada a autoria.

Foto: Agora ED

Foto: Agora ED

De acordo com o advogado e assistente de acusação, Herval Ribeiro, devido a quantidade de testemunhas a serem ouvidas, no total de 14 pessoas a previsão inicial é de que o julgamento se estenda por dois dias . “Um grande número de testemunhas serão ouvidas, 5 testemunhas arroladas pela acusação, 5 testemunhas arroladas pela defesa, duas vítimas -Vanessa Pio e Francisco das Chagas Pio da Costa, o “Chiquinho”, que prestarão o depoimento, e posteriormente será feito os dois interrogatórios. Então acredito que inicialmente o julgamento será realizado durante dois dias”disse o assistente.

Herval Ribeiro ainda lembra sobre os crimes pelos quais o “Mazinho”, e o “Zé Neto” estão sendo julgados. O “Zé Neto” é acusado de homicídio triplamente qualificado, uma pena que varia de 12 a 30 anos. É acusado também por tentativa de homicídio contra Francisco das Chagas Pio da Costa, tentativa de homicídio qualificado que também varia de 12 a 30 anos podendo ser reduzido, porte ilegal de arma de fogo e porte ilegal de arma branca.

Em se tratando do “Mazinho” homicídio triplamente qualificado, lesão corporal contra Vanessa Pio, pena que varia de 6 meses a 5 anos anos dependendo da gravidade. O mesmo ainda será submetido ao julgamento por porte ilegal de arma.

Sobre a expectativa do resultado final, Herval Ribeiro disse esperar que a Justiça seja feita “este é o nosso objetivo, desde que venho acompanhando este processo”. O objetivo é a condenação dos dois acusados.

Relembre o caso

O vereador Francisco de Assis Pio da Silva, mais conhecido como Titico Barbosa, 41 anos de idade, foi assassinado na noite do dia 14 de outubro de 2012, por volta das 18h30, com disparos de arma de fogo e a facadas. Ele estava em um bar no povoado Angical dos Domingos, distante cerca de 20 quilômetros da sede do município.

O crime teria sido motivado por uma discussão iniciada entre parentes do vereador e um dos acusados, cuja discussão terminou, provocando uma briga entre o primo do vereador Titico, Pedro Feitosa Pio (assessor de Titico) e o acusado identificado por Mazinho que também estava no bar. Após o desentendimento entre Pedro e Mazinho, o acusado se retirou do local e minutos depois retornou em companhia do pai, Zé Neto, atirando contra o vereador que tentou correr, mas acabou sendo alvejado e morto. O primo de Titico, Francisco das Chagas Pio da Costa (Chiquinho) foi ferido com uma facada e encaminhado ao Hospital Regional de Picos onde se submeteu a uma cirurgia conduzida pelo médico plantonista do HRJL . Além dele, Pedro também ficou ferido.

Reportagem Paula Munize – Riachão Net