contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Cantora Cybele é sepultada no Rio de Janeiro

Ela morreu quinta -feira (21), aos 74 anos, vítima de isquemia pulmonar, em casa, quando se recuperava de uma pneumonia.

| sábado, 23 agosto , 2014

A cantora Cybele, do Quarteto em Cy, morreu no Rio, aos 74 anosDivulgação/Quarteto em Cy

A cantora Cybele, do Quarteto em Cy, morreu no Rio, aos 74 anosDivulgação/Quarteto em Cy

Foi sepultado na tarde de sexta-feira (22), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio, o corpo da cantora Cybele Ribeiro de Sá Leite Freire, uma das integrantes do grupo vocal Quarteto em Cy. Ela morreu quinta -feira (21), aos 74 anos, vítima de isquemia pulmonar, em casa, quando se recuperava de uma pneumonia.

Desde o ano passado Cybele estava afastada do grupo vocal que ajudou a formar, em 1959, juntamente com as irmãs Cynara, Cyva e Cylene, todas baianas da cidade de Ibirataia. Originalmente conhecido como As Baianinhas, o grupo já tinha adotado o nome de Quarteto em Cy quando estreou no Rio de Janeiro, em 1964, em uma boate do Beco das Garrafas, em Copacabana, na época reduto da bossa nova e da música popular brasileira (MPB).

Com o apoio de Vinicius de Moraes, o quarteto rapidamente alcançou projeção nacional e internacional. Esta, ao participar de um disco de Dorival Caymmi lançado nos Estados Unidos, Caymmi and the Girls from Bahia. Três anos depois, Cybele desligou-se do grupo e juntamente com a irmã Cynara formou uma dupla que ficou notável pela interpretação da canção Sabiá, de Tom Jobim e Chico Buarque, vencedora do III Festival Internacional da Canção, em 1968, no Rio.

O Quarteto em Cy retomou as atividades em 1972, com apenas duas das irmãs, Cyva e Cynara, entre as quatro cantoras, e só em 1980 Cybele juntou-se novamente ao grupo. No ano passado, quando se afastou definitivamente, foi substituída pela cantora Keyla Fogaça.

Em sua longa trajetória, o quarteto lançou mais de 30 discos, no Brasil e no exterior.

Fonte: Agência Brasil