contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Assassino de agricultor se apresenta na delegacia

O pagamento de uma aposta no valor de R$ 10 reais. Essa foi a motivação para uma briga que culminou com um homicídio do agricultor

| sexta-feira, 6 novembro , 2015

O pagamento de uma aposta no valor de R$ 10 reais. Essa foi a motivação para uma briga que culminou com um homicídio de um lavrador. As informações são do acusado do crime que, acompanhado de um advogado, prestou depoimento na Delegacia Regional de Picos, na última terça-feira (03).

Antônio João Vieira

Antônio João Vieira

Elivandro de Sousa Rocha, que é mais conhecido como “Vandame”, confessou ter sido o autor dos golpes de taco de sinuca que ocasionaram a morte do lavrador, Antônio João Vieira, de 50 anos, que era mais conhecido como “Pitoco”, crime ocorrido na localidade Batedouro, município de Bocaina, no último sábado (31). No entanto, ele justificou que usou o instrumento apenas para se defender das agressões que sofria tanto da vítima como de um filho da mesma. “Vandame” relatou ainda que a briga teria sido iniciada depois que esse filho do lavrador fez uma confusão para pagar R$ 10 reais de uma aposta que havia perdido em uma partida de futebol disputada no povoado.

“Após o jogo eles foram a um bar de um senhor conhecido por ‘Zé Elton’ e lá chegando esse mesmo indivíduo que havia tido a confusão com o senhor ‘Vandame’, procurou o seu pai, o senhor ‘Pitoco’, e relatou tudo que tinha ocorrido. E após isso o senhor ‘Picoto’ chamou o ‘Vandame’ e perguntou o que tinha ocorrido e inclusive indagou porque ele não havia chamado seu filho para compor mesa dos amigos que estavam ingerindo bebida alcoólica após o jogo. O certo é que isso gerou uma forte discussão e segundo o ‘Vandame’, o senhor ‘Picoto’ teria desferido um forte soco na região de sua boca, que inclusive oportunizou um ferimento que, segundo ele, causou muito derramamento de sangue”, contou o delegado do 3º Distrito Policial, Madson Oliveira, em entrevista a rádio Cidade Modelo FM.

“Os amigos separaram, mas houve um novo engalfinhamento. E nessa hora, segundo o senhor ‘Vandame’ o filho do senhor ‘Pitoco’ teria o segurado por trás, dado uma gravata, oportunidade que o senhor ‘Pitoco’ novamente teria desferido dois socos na sua testa. Aí ele disse que foi mais ágil, conseguiu se desvencilhar do filho do senhor ‘Pitoco’, instante que se armou com um taco de sinuca e desferiu o primeiro golpe com o taco na região central da cabeça do ‘Pitoco’ e mesmo assim ele continuou agressivo e ele disse que desferiu uma segunda paulada no senhor ‘Picoto’ que caiu. Ele disse que cessou e orientado pelos amigos decidiu sair e no dia seguinte sob que o senhor ‘Picoto’ veio a falecer”, completou o delegado do 3º DP.

Madson Oliveira salientou que o relatório do delegado plantonista que atendeu essa ocorrência consta que a vítima faleceu a caminho de Teresina. A morte aconteceu no município de Passagem Franca. Em seguida o corpo foi trazido de volta para o Hospital Regional Justino Luz.

Como não foi preso em flagrante e nem havia mandado de prisão, “Vandame” foi liberado após prestar depoimento. “O fato ocorreu sábado, tivemos um feriado prolongado nesse último final de semana e na terça-feira ele veio bem cedo se apresentar com o advogado e se comprometeu caso necessário for ele comparecer a todos os chamados dessa autoridade policial bem como do Poder Judiciário”, explicou o delegado Madson.

Fonte: DiaadiaPicos