contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Amostragem divulga nova pesquisa para governador

A pesquisa foi realizada de 3 a 7 de setembro com 1.137 eleitores com 16 ou mais anos de idade em 47 municípios de todas as microrregiões do Estado.

| terça-feira, 9 setembro , 2014

O candidato a governador Wellington Dias (PT) seria eleito hoje no primeiro turno com 52,77% das intenções de voto segundo pesquisa estimulada realizada pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem) para o Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte. O governador Zé Filho (PMDB), candidato a reeleição, tem 23,13%. O candidato Mão Santa (PSC) aparece em terceiro lugar com 7,21%.

Wellington se mantém acima dos 50% das intenções de voto estimuladas nas três últimas rodadas de pesquisas realizadas de julho a setembro pelo Amostragem para o Meio Norte. O candidato oscilou dentro da margem de erro saindo de 53,65% em julho para 53,56% em agosto e 52,77% em setembro.1

Zé Filho subiu seis pontos percentuais no mesmo período tendo marcado em julho 17,06%, subindo para 21,99% em agosto e chegando a 23,13% em setembro. O candidato Mão Santa tinha 12,4% em julho, registrou 6,42% em agosto e em setembro marcou 7,21%.

Os eleitores que responderam que não sabem ou não opinaram em quem votar eram 9,06% em julho, subindo para 11,17% em agosto e em setembro são 9,59%. Os que votariam em branco ou nulo eram 5,28% em julho, alcançaram 4,66% e agora são 5,19%.

 Em setembro, os candidatos Daniel Solon (0,26%), Lourdes Melo (0,53%), Maklandel Aquino (0,79%) e Neto Sambaíba (0,53%) oscilaram dentro da margem de erro de 2,85%.

2

No levantamento de setembro Wellington Dias está 20,32 pontos percentuais a frente da soma de todos os demais candidatos e seria eleito no primeiro turno na disputa pelo Governo. As intenções de voto de Zé Filho, Mão Santa, Maklandel Aquino, Neto Sambaíba, Lourdes Melo e Daniel Solon somam 32,45%.

A pesquisa foi realizada de 3 a 7 de setembro com 1.137 eleitores com 16 ou mais anos de idade residentes e com domicílio eleitoral em 47 municípios de todas as microrregiões do Estado. A pesquisa tem margem de erro de até 2,85% para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-PI, Protocolo Nº PI 00123/2014, no dia 03 de setembro de 2014. A pesquisa realizada de 16 a 19 de agosto também tem margem de erro de 2,85% e foi registrada no TRE-PI sob o protocolo 00087/2014. A pesquisa realizada de 17 a 20 de julho tem margem de erro de 2,85% e foi registrada no TRE-PI sob o protocolo 00073/2014.

Foram pesquisados os seguintes municípios por microrregião: Baixo Parnaíba Piauiense (Madeiro, Miguel Alves, Piripiri, Esperantina); Litoral Piauiense (Parnaíba, Luís Correia, Piracuruca); Teresina (Teresina, José de Freitas, União); Campo Maior (Sigefredo Pacheco, Alto Longá, São Miguel do Tapuio, Pedro II); Médio Parnaíba Piauiense (São Pedro do Piauí, Regeneração, Arraial); Valença do Piauí (São Félix do Piauí, Lagoa do Sítio, Valença do Piauí); Alto Parnaíba Piauiense (Baixa Grande do Ribeiro); Bertolínia (Porto Alegre do Piauí, Landri Sales); Floriano (Nazaré do Piauí, Floriano, Flores do Piauí); Alto Médio Gurguéia (Gilbués, Bom Jesus); São Raimundo Nonato (Bonfim do Piauí, Anísio de Abreu, São Raimundo Nonato, Caracol); Chapadas do Extremo Sul Piauiense (Curimatá, Corrente); Picos (Ipiranga do Piauí, Oeiras, Picos, Wall Ferraz); Pio IX (Francisco Santos, Pio IX); Alto Médio Canindé (Curral Novo do Piauí, Lagoa do Barro do Piauí, Caridade do Piauí, Betânia do Piauí, Padre Marcos, São João do Piauí, Paulistana).

Na espontânea, Wellington tem 29% e Zé Filho 15%

Wellington Dias também lidera na pesquisa espontânea para o Governo do Estado. O candidato petista aparece com 29,02% das intenções de voto espontâneas e Zé Filho tem 15,04%. Os eleitores que responderam que não sabem ou preferiram não opinar em quem votar na pesquisa espontânea somaram 43,10%. Os que responderam que votariam em branco ou nulo são 6,95%.

O candidato a governador Mão Santa recebeu 2,02% das manifestações de voto espontâneas na pesquisa Amostragem. O candidato Maklandel Aquino 0,44% e o candidato Neto Sambaíba 0,18%. A candidata Lourdes Melo também ficou com 0,18%. O candidato Daniel Solon não foi citado pelos eleitores entrevistados na pesquisa Amostragem.

3

Nesse tipo de pesquisa não é exibido pelo entrevistador a lista com os nomes dos candidatos na disputa e eleitor se manifesta de forma espontânea em quem vai votar para o Governo.

Mão Santa é o mais rejeitado com 27,53%

O candidato a governador Mão Santa (PSC) é o mais rejeitada pelo eleitores do Piauí. A pesquisa estimulada do Instituto Amostragem aponta que 27,53% dos eleitores não votariam em nenhuma hipótese no candidato do PSC. Zé Filho aparece em seguida com rejeição de 17,68% do eleitorado.

4

A candidata Loudes Melo é rejeitada por 15,04% dos eleitores. Neto Sambaíba tem 14,34% de rejeição. Maklandel Aquino é rejeitado por 13,1%. O candidato Wellington Dias é o menos rejeitado com 13,02%.

Os eleitores que não sabem ou não quiseram opinar em quem rejeitam para governador somaram 16,62%. Os que responderam que votariam em branco ou nulo são 3,43%. E os que responderam que não rejeitam ninguém somaram 10,64%.

O presidente do Instituto Amostragem, estatístico e professor universitário João Batista Teles, explica que a soma dos percentuais de rejeição aos candidatos ao governador no Piauí totaliza mais de 100% porque um eleitor pode rejeitar mais de um nome.

Wellington tem menor rejeição após queda para 13,02%

A rejeição do candidato a governador Wellington Dias caiu de julho a setembro de acordo com as três últimas pesquisas de rejeição estimulada realizadas pelo Instituto Amostragem para o Meio Norte. Em julho o candidato era rejeitado por 17,24% do eleitorado; em agosto eram 13,37% e agora são 13,02%.

5

Já a rejeição do candidato Zé Filho subiu. Em julho 17,24% dos eleitores afirmaram que não votariam em hipótese alguma no candidato a reeleição; em agosto eram 15,66% e em setembro 17,68%.

O candidato Mão Santa apareceu como o mais rejeitado em todos os levantamentos do Amostragem. Em julho eram 29,9%; em agosto 29,2% e agora são 27,53%. O candidato Neto Sambaíba era rejeitado por 12,93% dos eleitores em setembro; em agosto por 12,58% e em setembro 14,34%.

Maklandel Aquino marcou 13,02% de rejeição em julho; em agosto 12,05% e em setembro 13,1%. A candidata Lourdes Melo era rejeitada por 13,54% em julho, no mês passado por 13,46% e agora por 15,04%. Em julho o candidato Daniel Solon era rejeitado por 14,42%, em agosto por 12,75% e em setembro 13,63%.

Os eleitores que afirmaram não saber ou preferiram não opinar sobre quem rejeitar eram 13,37% em julho; subiu para 16,18% em agosto e 16,62% em setembro. Os que preferiram votar em branco ou nulo ao tratar da rejeição eram 2,11% em julho; 2,02% em agosto e 3,43% em setembro.

Os eleitores que não rejeitam ninguém se manteve dentro da margem de erro com 10,29% em julho; 11,61% em agosto e 10,64% em setembro.

Wellington empata no litoral e vence em todas as outas regiões do Estado

Wellington Dias e Zé Filho estão tecnicamente empatados na região do litoral piauiense; em todas as outras pesquisas o petista vence o candidato do PMDB. No litoral piauiense Wellington Tem 34,91% das intenções de voto estimuladas e Zé Filho tem 35,85%. A diferença está dentro da margem de erro de 2,85%.

Em Teresina Wellington tem 47,17% e Zé Filho 22,64%. No Baixo Parnaíba Piauiense, o candidato do PT tem 46,77% e o nome do PMDB 24,19%. Em Campo Maior, Wellington tem 53,85% e Zé Filho 28,57%.

No Médio Parnaíba Piauiense Wellington tem 57,41% e Zé Filho registrou 14,81%. Em Valença do Piauí o candidato do PT tem 54,55% e o adversário do PMDB 22,73%. No Alto Parnaíba Piauiense Wellington registrou 76,47% e Zé Filho não pontuou. Em Bertolínia o candidato do PT tem 55,56% e Zé Filho 27,78%. Em Floriano está Wellington 65,22% e Zé Filho 21,74%.

No Alto Médio Gurgeia Wellington tem 56,25% e Zé Filho 25%. Em São Raimundo Nonato a disputa está 61,54% para Wellington e 7,69% para Zé Filho. Nas Chapadas Extremo Sul, Wellington tem 67,74% e Zé Filho 9,68%.

Em Picos, Wellington registrou 66,22% e Zé Filho 20,27%. Em Pio IX Wellington alcançou 52,17% e Zé Filho 30,43%. No Alto Médio Canindé Wellington alcançou 61,68% e Zé Filho 25,23%.

Fonte: Portal Meio Norte