contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

18 de maio é tema de vasta programação em Padre Marcos

O município de Padre Marcos realizou de 30 de abril a 22 de maio, uma mobilização de prevenção a violência sexual

| quinta-feira, 24 maio , 2018

O município de Padre Marcos realizou de 30 de abril a 22 de maio, uma grande mobilização de prevenção e promoção ao combate a violência sexual. Ao longo desses vinte e três dias diversas atividades educativas foram promovidas em todas as escolas do município, quando 1.500 pessoas foram mobilizadas e conscientizadas.

O projeto foi idealizado e desenvolvido pela Prefeitura de Padre Marcos em parceria com as Secretarias municipais de Assistência Social, Educação, Saúde, o Centro de Referência da Assistência Social-CRAS, Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. As ações realizadas contaram também com a participação ativa do NUCA e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Com o tema “Vamos fazer bonito em Padre Marcos – proteja nossas crianças e adolescentes”, o projeto teve como objetivo mobilizar a sociedade padremarcoense para prevenção e o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, viabilizando defesa, garantia e promoção dos seus direitos.

Os órgãos da rede de proteção do município realizaram as ações educativas buscando sensibilizar a sociedade para levar conhecimento sobre os riscos e consequências do abuso e exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes, bem como conscientizar toda a comunidade sobre as formas efetivas no combate e enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil. Essas intervenções foram realizadas através de palestras, rodas de conversa, teatro de fantoches e workshops.

As atividades aconteceram nas escolas estaduais Francisco Luiz de Macedo e Constâncio Carvalho, nas escolas municipais Davi Severiano, Tia Marinor, Luís Lino, José de Moura Leal, Cândida Macedo, Creche da Barra, escola do Canto Alegre, escolinha Tia Guida, na instituição de ensino privado, Centro Educacional de Padre Marcos e no CRAS. Envolvendo as crianças e adolescentes e idosos do SCVF, os estudantes da rede pública municipal e estadual e rede privada de educação de Padre Marcos, além dos profissionais que atuam nas Secretarias e pais assistidos pelos programas sociais.

Na segunda-feira, 21, aconteceu na Secretaria de Assistência Social, um Workshop, que teve como tema “Todos no combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”, que contou com a participação de autoridades e dos profissionais das Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação.

Presente no evento, o prefeito de Padre Marcos foi sucinto ao discorrer sobre a temática. “ Magno Malta em um livro, escreveu que não tem nada mais bonito que a pureza de uma criança, e a mancha na pureza da criança é justamente essa violência sexual, que na maioria das vezes acontece dentro da própria família, então temos que trabalhar esse tema com cuidado, atenção, amor e carinho, por que, desenvolvimento de uma criança depende muito do tipo de afeto que ela recebe. Nós sabemos que uma família para ser constituída dá-se muito trabalho, mas para ser destruída, acontece em questão de segundos”, afirmou o gestor.

A secretaria de Administração, Thuanny Mikaelle, que é psicóloga, falou sobre o desenvolvimento do projeto e os desafios encontrados. “O que é mais difícil trabalhar nessa temática, é porque é algo muito oculto, e isso é preocupante. Se fomos analisar os dados de Padre Marcos, não temos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes, mas durante as ações e conversando com os nossos profissionais, pôde se perceber que isso não condiz com a nossa realidade e por isso precisamos juntos fazer a diferença, não depende só da gestão, mas de cada um enquanto cidadão fazer sua parte, se não nos silenciarmos podemos combater, então a minha mensagem é de alerta, que possamos colaborar e não fechar os olhos, não somente para essa, mas para qualquer outro de tipo de violência contra crianças e adolescentes”, disse Thuanny, que ainda fez uma avaliação positiva da ações que foram desenvolvidas durante o projeto.

A secretária de Assistência Social, Lucicleide Dias, fez um discurso de agradecimento. “O sentimento que me nove neste momento é de gratidão. Obrigado a todos os envolvidos na realização destas atividades, a todos pela mobilização em defesa e na proteção das nossas crianças e adolescentes” frisou.

Durante o evento, foram realizadas palestras e apresentações envolvendo a temática. A primeira palestra foi conduzida pela assistente social, Elcivane Araújo, que falou sobre o projeto desenvolvido no município e como surgiu a campanha do 18 de maio. Ela relatou sobre os principais sintomas que indicam que a criança está sofrendo abuso, estratégias usadas pelo abusador, e o panorama da violência sexual em Padre Marcos, quando informou que no ano de 2017 três casos foram denunciados. Segundo ela, um foi confirmado, outro descartado e outro está com o processo em andamento.

A assistente social ainda fez um alerta. “Esse temática requer toda uma atenção, pois ela acontece em nosso meio e é mais comum do que pensamos e não são praticados por pessoas desconhecidas, na maioria dos casos são pessoas de confiança da crianças ou do adolescente, então e necessário um olhar, uma atenção para essa problemática”, disse.

A advogada, Naiandra Nascimento, ministrou outra palestra e abordou sobre o ‘Combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes’, quando discorreu sobre artigos do código penal de crimes sexuais contra vulneráveis, estupro de vulneráveis, pedofilia, Estatuto da Criança e do Adolescente, e as formas de denúncias.

Após as palestras foi realizado um debate, onde aconteceram questionamentos e dúvidas, que foram esclarecidos pela assistente social, Elcivane Araújo, a advogada, Naiandra Nascimento e a psicóloga Vanessa Macedo.

A culminância do projeto aconteceu na tarde desta terça-feira, 22, onde diversas apresentações culturais foram realizadas pelas crianças e adolescentes envolvidos nas ações. o evento aconteceu na secretaria de Assistência Social.

O município de Padre Marcos realizou de 30 de abril a 22 de maio, uma grande mobilização de prevenção e promoção ao combate a violência sexual. Ao longo desses vinte e três dias diversas atividades educativas foram promovidas em todas as escolas do município, quando 1.500 pessoas foram mobilizadas e conscientizadas.

O projeto foi idealizado e desenvolvido pela Prefeitura de Padre Marcos em parceria com as Secretarias municipais de Assistência Social, Educação, Saúde, o Centro de Referência da Assistência Social-CRAS, Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. As ações realizadas contaram também com a participação ativa do NUCA e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Com o tema “Vamos fazer bonito em Padre Marcos – proteja nossas crianças e adolescentes”, o projeto teve como objetivo mobilizar a sociedade padremarcoense para prevenção e o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, viabilizando defesa, garantia e promoção dos seus direitos.

Os órgãos da rede de proteção do município realizaram as ações educativas buscando sensibilizar a sociedade para levar conhecimento sobre os riscos e consequências do abuso e exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes, bem como conscientizar toda a comunidade sobre as formas efetivas no combate e enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil. Essas intervenções foram realizadas através de palestras, rodas de conversa, teatro de fantoches e workshops.

As atividades aconteceram nas escolas estaduais Francisco Luiz de Macedo e Constâncio Carvalho, nas escolas municipais Davi Severiano, Tia Marinor, Luís Lino, José de Moura Leal, Cândida Macedo, Creche da Barra, escola do Canto Alegre, escolinha Tia Guida, na instituição de ensino privado, Centro Educacional de Padre Marcos e no CRAS. Envolvendo as crianças e adolescentes e idosos do SCVF, os estudantes da rede pública municipal e estadual e rede privada de educação de Padre Marcos, além dos profissionais que atuam nas Secretarias e pais assistidos pelos programas sociais.

Na segunda-feira, 21, aconteceu na Secretaria de Assistência Social, um Workshop, que teve como tema “Todos no combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”, que contou com a participação de autoridades e dos profissionais das Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação.

Presente no evento, o prefeito de Padre Marcos foi sucinto ao discorrer sobre a temática. “ Magno Malta em um livro, escreveu que não tem nada mais bonito que a pureza de uma criança, e a mancha na pureza da criança é justamente essa violência sexual, que na maioria das vezes acontece dentro da própria família, então temos que trabalhar esse tema com cuidado, atenção, amor e carinho, por que, desenvolvimento de uma criança depende muito do tipo de afeto que ela recebe. Nós sabemos que uma família para ser constituída dá-se muito trabalho, mas para ser destruída, acontece em questão de segundos”, afirmou o gestor.

A secretaria de Administração, Thuanny Mikaelle, que é psicóloga, falou sobre o desenvolvimento do projeto e os desafios encontrados. “O que é mais difícil trabalhar nessa temática, é porque é algo muito oculto, e isso é preocupante. Se fomos analisar os dados de Padre Marcos, não temos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes, mas durante as ações e conversando com os nossos profissionais, pôde se perceber que isso não condiz com a nossa realidade e por isso precisamos juntos fazer a diferença, não depende só da gestão, mas de cada um enquanto cidadão fazer sua parte, se não nos silenciarmos podemos combater, então a minha mensagem é de alerta, que possamos colaborar e não fechar os olhos, não somente para essa, mas para qualquer outro de tipo de violência contra crianças e adolescentes”, disse Thuanny, que ainda fez uma avaliação positiva da ações que foram desenvolvidas durante o projeto.

A secretária de Assistência Social, Lucicleide Dias, fez um discurso de agradecimento. “O sentimento que me nove neste momento é de gratidão. Obrigado a todos os envolvidos na realização destas atividades, a todos pela mobilização em defesa e na proteção das nossas crianças e adolescentes” frisou.

Durante o evento, foram realizadas palestras e apresentações envolvendo a temática. A primeira palestra foi conduzida pela assistente social, Elcivane Araújo, que falou sobre o projeto desenvolvido no município e como surgiu a campanha do 18 de maio. Ela relatou sobre os principais sintomas que indicam que a criança está sofrendo abuso, estratégias usadas pelo abusador, e o panorama da violência sexual em Padre Marcos, quando informou que no ano de 2017 três casos foram denunciados. Segundo ela, um foi confirmado, outro descartado e outro está com o processo em andamento.

A assistente social ainda fez um alerta. “Esse temática requer toda uma atenção, pois ela acontece em nosso meio e é mais comum do que pensamos e não são praticados por pessoas desconhecidas, na maioria dos casos são pessoas de confiança da crianças ou do adolescente, então e necessário um olhar, uma atenção para essa problemática”, disse.

A advogada, Naiandra Nascimento, ministrou outra palestra e abordou sobre o ‘Combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes’, quando discorreu sobre artigos do código penal de crimes sexuais contra vulneráveis, estupro de vulneráveis, pedofilia, Estatuto da Criança e do Adolescente, e as formas de denúncias.

Após as palestras foi realizado um debate, onde aconteceram questionamentos e dúvidas, que foram esclarecidos pela assistente social, Elcivane Araújo, a advogada, Naiandra Nascimento e a psicóloga Vanessa Macedo.

A culminância do projeto aconteceu na tarde desta terça-feira, 22, onde diversas apresentações culturais foram realizadas pelas crianças e adolescentes envolvidos nas ações. o evento aconteceu na secretaria de Assistência Social.

Por: Odaliana Carvalho Veloso/ Cidades na net