contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

ZPE de Parnaíba realiza primeira exportação para a Europa

Com o início das operações de exportação, a ADA da ZPE do Piauí passa ser a principal conexão do Estado com o comércio exterior

| segunda-feira, 21 novembro , 2022

A Área de Despacho Aduaneiro (ADA) da Zona de Processamento de Exportações do Estado do Piauí (ZPE do Piauí), localizada em Parnaíba, realiza, nesta segunda-feira (21), operação de despacho aduaneiro de 20 toneladas de cera de carnaúba para a Espanha. Será a primeira operação de envio de mercadoria desembaraçada da ZPE do Piauí para o exterior, um marco importante nas operações de comércio exterior do Piauí.

O ato acontecerá nas instalações da ZPE do Piauí, em Parnaíba, às 14h. Autoridades do Governo do Estado, da Investe Piauí e ZPE, Receita Federal e do meio empresarial participarão. O presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Almeida, explica que o desembaraço das mercadorias é feito diretamente na ZPE e os produtos serão levados para o Porto de Pecém, no Ceará, de onde seguem de navio para a Europa. “Esse processo inicia efetivamente as operações do primeiro recinto aduaneiro primário do Piauí desde o fechamento da Alfândega do Porto das Barcas, na década de 1950”, diz ele.

A cera de carnaúba exportada é produzida na primeira indústria instalada na ZPE. Antes a empresa precisava de um representante, atuando no Porto de Pecém, para realizar os procedimentos que agora são feitos por despachantes e auditores da Receita Federal do Brasil, dentro da ZPE do Piauí. O avanço representa redução de custo e tempo.

“A mercadoria sairá da ADA da ZPE do Piauí em trânsito rodoviário até Pecem. Ao sair de nossa ADA a mercadoria já estará em trânsito internacional. Quando chegar em Pecém, só resta colocar em cima do navio”, explica Victor Hugo.

Com o início das operações de exportação, a ADA da ZPE do Piauí passa ser a principal conexão do Estado com o comércio exterior, especialmente por ser o local com a melhor estrutura para as operações de embaraço e desembaraço de mercadorias.

INVESTIMENTOS E NOVOS NEGÓCIOS – Inaugurada em fevereiro deste ano, a ZPE do Piauí consumiu mais de R$ 50 milhões de recursos do Governo do Estado e representa um marco na atração de investimentos e perspectivas de novos negócios para o Piauí. Foi implantada a partir da criação da Investe Piauí, agência de atração de investimentos estratégicos idealizada em 2021 pelo governador eleito Rafael Fonteles, na época secretário de Fazenda, e aprovada pelo então governador Wellington Dias.

Duas empresas industriais já estão instaladas na ZPE e produzindo para o Brasil e o exterior, além de oito startups das áreas de tecnologia e inovação. Há ainda outros 11 projetos de empresas industriais em análise no Ministério da Economia para instalação na ZPE.