contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Sobe para 44 o número de municípios em emergência

A medida permite apoio federal para ações de socorro e assistência à população, restabelecimento de serviços essenciais

| quarta-feira, 17 outubro , 2018

O Ministério da Integração Nacional reconheceu na última segunda-feira (15), por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União, a situação de emergência do município de Simões por conta do longo período de seca e estiagem na cidade. A medida permite apoio federal para ações de socorro e assistência à população, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas públicas atingidas.

No Piauí, outros 43 municípios estão com reconhecimentos de emergência vigentes. Destes, 40 devido à seca, que se dá por um longo período quando a evapotranspiração ultrapassa a precipitação de chuvas; e outros três à estiagem, que é o fenômeno que ocorre num intervalo de tempo, mas não é permanente.

Os municípios são: Acauã, Alagoinha do Piauí, Alegrete, Anísio de Abreu, Assunção do Piauí, Avelino Lopes, Belém do Piauí, Betânia do Piauí, Bonfim do Piauí, Caldeirão Grande, Campo Alegre do Fidalgo, Campo Grande, Capitão Gervásio Oliveira, Caracol, Curimatá, Curral Novo, Dom Inocêncio, Fartura, Fronteiras, Guaribas, Jacobina, Jaicós, Jurema, Lagoa do Barro, Massapê, Monsenhor Hipólito, Morro Cabeça no Tempo, Nova santa Rita, Padre Marcos, Patos, Paulistana, Pio IX, Santana, São Braz, São Francisco de Assis, São Julião, São Lourenço, São Raimundo Nonato, Simões e Várzea Branca.

De acordo com Ministério, as prefeituras de localidades atingidas por desastres naturais podem solicitar apoio emergencial para ações de assistência à população em diversos órgãos do Governo Federal. O órgão federal pode, por exemplo, destinar recursos da União para iniciativas como o abastecimento de água potável pela Operação Carro-Pipa Federal e Estadual, implantação de adutoras de engate rápido, dentre outras.

Por: Ithyara Borges/ODia