contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Restabelecido convênio do SAMU com o Governo Federal

O SAMU de Picos volta a receber recursos federais para custear despesas que antes eram bancadas exclusivamente pela prefeitura

| quinta-feira, 6 setembro , 2018

Há aproximadamente dois anos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Picos, estava trabalhando com recursos próprios da Prefeitura Municipal. Os recursos que vinham do Governo Federal, através do Ministério da Saúde, e uma contrapartida do Estado, tinham sido cortados devido algumas pendências de outra gestão.

Segundo o Coordenador Administrativo do SAMU Jackson Martins, foram colocadas todas as pendências em dias e depois de ter dado entrada, o Ministério da Saúde aprovou a volta do recurso.

“O recurso melhora principalmente a questão da ambulância e a própria qualificação do SAMU, pois a qualificação aumenta o recurso em praticamente um terço do valor e fica mais fácil o pedido de novas ambulâncias para expandir a frota. Hoje trabalhamos com uma USB, USA, reserva técnica e a motolância. Agora temos como pedir outra USB e mantê-la com os recursos que vem para ela, pois cada ambulância recebe seu próprio recurso, exceto a reserva técnica”, disse Jackson Martins.

O valor do benefício é em torno de quinze mil reais para a Unidade de Suporte Básico (USB), fornecido pelo Ministério da Saúde e a contrapartida do estado que são 25% desse valor. Para a Unidade de Suporte Avançado (USA) o valor é de aproximadamente quarenta mil reais, mais a contrapartida do Estado.

“Estamos há pouco tempo na saúde, mas já conseguimos muitos resultados. O retorno do recurso do SAMU é de grande importância, pois o setor estava funcionando totalmente com recursos próprios do município. Então só temos a parabenizar a toda equipe que se esforçou para garantir o retorno desse recurso” disse Junior Santos, Secretário de Saúde.

Para readquirir o benefício foi necessária a revisão de seguro das ambulâncias, treinamento do pessoal, fardamentos, manutenção da base, salários, produções e estatísticas, reunindo todas as informações em um documento para ser enviado ao Ministério, onde foi avaliado para aprovação.