contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Prefeitura promete acionar UBD suspeito de vender premiação

A Prefeitura Municipal de Picos se manifestou em relação à notícia veiculada pelo programa Fantástico a respeito da investigação

| segunda-feira, 6 agosto , 2018

A prefeitura de Picos prometer acionar judicialmente União Brasileira de Divulgação (UBD) suspeito de vender premiações para prefeitos municipais de todo o país. A denúncia foi divulgada em um programa de televisão.

O prefeito de Picos, Padre Walmir Lima, foi premiado recentemente pelo instituto. Através de nota, a prefeitura esclarece que a administração municipal de Picos não teve participação nessa fraude, pelo contrário, a gestão se sente lesada pelo instituto por ter correspondido e confiado nos critérios utilizados para avaliação.

Confira a nota:

A Prefeitura Municipal de Picos (PMP) se manifesta em relação à notícia veiculada pelo programa Fantástico a respeito da investigação do Ministério Público do Rio Grande do Sul sobre a União Brasileira de Divulgação (UBD) e a premiação dos 100 melhores prefeitos do Brasil. Esclarece que a administração municipal de Picos não teve participação nessa fraude, pelo contrário, a gestão se sente lesada pelo instituto por ter correspondido e confiado nos critérios utilizados para avaliação.

Pelo segundo ano consecutivo, o prefeito Padre José Walmir de Lima recebeu a notificação do instituto sobre sua escolha como gestor nota 10 e foi informado sobre a premiação dos 100 melhores prefeitos do Norte e Nordeste, contudo, este ano, o gestor não participou.

Em nenhum momento houve compra do título de gestor nota 10 pelo prefeito municipal. Assim, a PMP ressalta que, agora sob suspeita, a Procuradoria Geral do Município (PGM) acionará a UBD por vias judiciais para pedir esclarecimentos e reparos quanto aos danos à imagem e credibilidade da atual gestão, que foi posta em questão, atrelada a essa denúncia.

Por fim, repudia a postura do instituto denunciado, que ludibriou a população com atos extremamente inaceitáveis.