Após executar comerciante suspeito é baleado

Francisco Assis de Moura, conhecido como “Assis da Van”, foi morto a tiros em frente ao seu supermercado no último sábado

/ domingo, 15 janeiro , 2017

Um crime bárbaro chocou os moradores de Paquetá do Piauí, localizada a cerca de 39 quilômetros de Picos. Na tarde deste sábado, 14, o comerciante e motorista de van, Francisco Assis de Moura, conhecido como “Assis da Van”, foi morto a tiros em frente ao seu supermercado.

Assis, de 48 anos, foi atingido por cerca de quatro disparos e morreu horas após dar entrada no Hospital Regional Justino Luz, em Picos. A vítima era conhecido na região por trabalhar no ramo do transporte alternativo, fazendo a rota Paquetá Picos.

Segundo o sargento Tibério, o autor do crime foi identificado como Joel Joaquim de Oliveira, que chegou ao local efetuou os disparos e empreendeu fuga. “As causas do crime ainda não foram descobertas. Logo após atirar no Assis ele fugiu, realizamos diligências e montamos barreiras nas estradas que dão acesso a cidade. Deixamos um policial de campana na casa do Joel, ele nos alertou movimentação no imóvel, localizado no povoado Pé da Serra, quando chegamos lá, o mesmo havia sido baleado, não identificamos os autores devido a escuridão”, explicou o sargento.

A polícia ainda não tem informações de quem possa ter baleado Joel  que se encontra internado no hospital de Oeiras. Ainda de acordo com o sargento, no momento do socorro o mesmo estava lúcido e não corre risco de vida. A arma utilizada para tira a vida do comerciante, assim como a moto usada pelo acusado foram apreendidas e estão em poder da polícia.

Fonte: Picos40graus

Dr. kim

Vídeo Veja mais

Eva Graça tem poemas publicados em coletânea

A professora da rede estadual de ensino, Eva Graça, fala como surgiu o hábito de escrever e sobre suas publicações

bannner facim banner mek Comercial Ivan banner aviso banner datapicos

© 2013 Webpiaui - Todos os direitos reservados.

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.

Aroldo Santos - Soluções web