Adolescente mata padrasto no Bairro Cidade de Deus

Depois de um filho assassinar o pai, no bairro Junco, uma adolescente esfaqueou o padrasto na noite desta segunda-feira

/ terça-feira, 5 dezembro , 2017

Mais um crime em família foi registrado na cidade de Picos. Treze dias depois de um filho assassinar o próprio pai, no bairro Junco, uma adolescente esfaqueou o padrasto na noite desta última segunda-feira (04). O crime aconteceu por volta das 19h25min no bairro Nossa Senhora Aparecida, que é conhecido como Cidade de Deus.

De acordo com informações do Tenente, Joel Moura, do 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar), o COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) foi acionado para atender a uma ocorrência relacionada a uma suposta violência doméstica, onde uma mulher, identificada como Maria Ana Nobre vieira, de 34 anos, informou que havia sido agredida pelo companheiro, Domingos João Pereira, de 32 anos.

“Chegando ao local a guarnição constatou que era uma desavença entre o padrasto e a enteada [uma adolescente de 16 anos] e que o mesma havia a ameaçado, mas como o acusado já havia se evadido do local a vítima foi orientada a fazer um Boletim de Ocorrência”, informou o Tenente, Joel Moura.

No entanto, segundo o Oficial do 4º BPM, meia hora depois dos policiais deixarem o local o COPOM recebeu a denúncia de que a menor havia esfaqueado o padrasto. “A viatura se deslocou até o local e foi informada de que o mesmo havia sido levado para o hospital por vizinhos. Ele levou quatro facadas e estava em estado grave passando por uma cirurgia. E a adolescente foi conduzida a Central de Flagrantes e assumiu ter esfaqueado o padrasto em legitima. A faca foi encontrada e levada para a Central”, concluiu o militar.

Fonte: Portal O POVO

Dr. kim

Vídeo Veja mais

O Sentido da Vida – por Emerson Lima

O Coronel Emerson deixa uma bela mensagem através do canal "Aprendendo a viver". Vale apena conferir!

© 2013 Webpiaui - Todos os direitos reservados.

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.

Aroldo Santos - Soluções web