Polícia divulga foto de suspeito de homicídios

Quem tiver informações que levem a prisão de José Edivan de Sousa pode ligar para (89) 98803-6567 que será mantido em sigilo

/ quinta-feira, 10 maio , 2018

A investigação de homicídios registrados em Picos e região está começando a ganhar mais corpo. A Polícia Civil procura por mais um suspeito de cometer dois homicídios. Após ter sua prisão preventiva decretada, José Edivan de Sousa, conhecido como Zé Maguinho, é considerado pela polícia foragido desde o dia 23 de abril.

De acordo com o delegado Jônatas Brasil, a foto do suspeito foi divulgada no Facebook da polícia para que as população possa ajudar nas buscas. “A foto foi divulgada na manhã desta sexta-feira, 04. Contamos com a ajuda da população para trazer mais segurança. Edivan é investigado pelas mortes de Francisco João de Moura, conhecido como Tico, e Ednaldo Roldão. Os crimes aconteceram em abril do ano passado na cidade de Sussuapara”, disse o delegado.

A Civil chegou até Edivan, após a prisão Francisco de Assis da Silva, conhecido por Sidiga ou Frank, que tem envolvimento com crimes de pistolagem na região. Caso Edivan seja capturado está será a terceira prisão realizada pela Polícia Civil de Picos envolvendo crimes contra a vida. Para o delegado os três casos tem ligação direta.

“Ele já foi informado sobre o mandado de prisão. Estamos realizando investigações constantes e contamos com o apoio da população para nos passar informações relevantes sobre o caso. Quem quiser contribuir é só ligar ou até mesmo mandar mensagens através do whatsapp (89) 98803-6567”, explicou Jônatas.

Fonte: Riachão Net

Dr. kim

Vídeo Veja mais

Eva Graça tem poemas publicados em coletânea

A professora da rede estadual de ensino, Eva Graça, fala como surgiu o hábito de escrever e sobre suas publicações

banner datapicos Comercial Ivan banner mek banner aviso bannner facim

© 2013 Webpiaui - Todos os direitos reservados.

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.

Aroldo Santos - Soluções web