Governo vai promover curso para Prevenção às Drogas

A capacitação do governo visa orientar e formar atores sociais que lidam com a política de enfrentamento às drogas no Piauí

/ quarta-feira, 19 fevereiro , 2020

O governador Wellington Dias assinou, nesta segunda-feira (17), o Acordo de Cooperação Técnica entre Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas (Cendrogas), com órgãos e instituições parceiras, para a realização do curso de Políticas de Prevenção às Drogas. A capacitação visa orientar e formar atores sociais que lidam com a política de enfrentamento às drogas no Piauí.

O curso será ministrado a partir de março e um calendário de atividades será elaborado. “Estou animado com o ato de hoje. É um plano para trabalhar de forma integrada a prevenção, que é possível sim. Queremos que essas pessoas que serão capacitadas sejam multiplicadores e com isso evitar cada vez mais que alguém se torne dependente da droga. Dos crimes praticados no Piauí, cerca de 60% tem ligação com a droga, portanto a prevenção e tratamento permitem a diminuição da criminalidade também”, atentou o governador.

Para a vice-governadora Regina Sousa, a união de instituições para desenvolver ações é fundamental. “Esse é um tema de extrema importância. O problema com as drogas, geralmente, é muito difícil e essas parcerias com entidades são fundamentais, pois minimizam a parte burocrática e proporcionam um olhar mais humano, um maior tato para tratar o assunto com sensibilidade, o que é essencial para toda a sociedade, mas principalmente com quem lida com dependentes químicos”, declarou.

O objetivo é levar o curso ao máximo de municípios do Piauí. “Vamos levar diversos órgãos e instituições para capacitar esses profissionais e estreitar a relação entre municípios e o governo. É um curso focado principalmente na prevenção, tendo em vista que é a etapa mais eficaz. Hoje trabalhamos de forma descentralizada levando essas ações para diversas cidades, de modo que possamos contemplar os 12 territórios de potencialidade”, explicou o coordenador do Cendrogas, Sâmio Falcão.

Segundo Crislene Duarte, que representou as instituições de comunidades terapêuticas do estado, a descentralização de ações tem trazido resultados positivos. “É muito importante que estejamos cada vez mais perto desses profissionais e da população, orientando e passando o máximo de informações. A Fenact se sente muito honrada em participar desse acordo, colaborando para formar multiplicadores e para diminuir os índices alarmantes de drogadição, que é um problema que destrói tantas famílias, que causa tanta dor e transtorno”, pontuou a segunda tesoureira da Federação Nacional de Comunidades Terapêuticas (Fenact).

Sete órgãos/instituições assinaram o termo de cooperação: Superintendência da Polícia Rodoviária Federal; Secretaria Estadual da Segurança Pública; Ordem dos Advogados do Brasil; Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas; Federação Nacional de Comunidades Terapêuticas e Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Humanos.

Além da prevenção, o Cendrogas trabalha também com acolhimento de dependentes químicos. Cerca de 681 vagas são disponibilizadas, por meio de parcerias com diversas comunidades terapêuticas, para o tratamento e reinserção social e familiar do dependente químico.

Repórter: Lorenna Costa e Marília Andrade

banner shopping Banner Posto Dois Amores banner megalink

Vídeo Veja mais

Confira o sorteio do Prêmio Facim de Picos – 08/03

banner datapicos banner serão motos peças Comercial Ivan

© 2013 Webpiaui - Todos os direitos reservados.

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.

Aroldo Santos - Soluções web