Doze mulheres foram vítimas de feminicídio em 2019

Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública em razão da Semana de Enfrentamento ao Feminicídio

/ terça-feira, 21 maio , 2019

O Piauí já registrou nos quatro primeiros meses de 2019, a morte de 12 mulheres por feminicídio. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (21) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) em razão da Semana de Enfrentamento ao Feminicídio. A média é de 3 mulheres mortas por mês este ano por este tipo de crime.

Segundo a SSP, o número de feminicídios é maior no interior do estado. Foram registradas dez mortes. Em Teresina, de janeiro até abril, foram duas mortes, uma no bairro Torquato Neto e outro no bairro Cristo Rei, ambos na zona Sul. A última morte ocorrida em abril foi de uma grávida de sete meses em Itainópolis no dia 29 de abril.

Em 2018, segundo a SSP, o estado contabilizou 27 feminicídios, 18 no interior e 9 na capital. De acordo com os dados, as mulheres são mortas geralmente por arma branca (59,3%) e arma de fogo ou esganamento (11,1% cada).

A maioria das vítimas tinha a cor de pele parda (63%). Outras 18,5% mulheres eram pretas e 18,5 % brancas.

A idade média das vítimas é de 33 anos. Sobre a faixa etária, 25,9% das mulheres tinham entre 30 a 34 anos, 18,5%, 20 a 24 anos e 18,5%, 25 a 29 anos.

Dia de Enfrentamento

O Piauí vai comemorar o Dia Estadual de Enfrentamento ao Feminicídio, 27 de maio, com uma programação especial, que começa nesta quarta-feira (22), com blitzen educativas em bares e restaurantes com difusão do aplicativo Salve Maria e conversa com garços e funcionários. Na quinta (23), haverá bate-papo com a Polícia Civil, através do Canal Educação. No dia 27, haverá palestra com autoridades, imprensa e convidados, a partir das 8h, e às 16h30, blitz educativa e panfletagem na Ponte Estaiada.

A data, 27 de maio, é uma alusão ao crime ocorrido na cidade de Castelo do Piauí em 2015 contra quatro jovens mulheres.

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, ressalta a importância das mulheres procurarem as instituições policiais para denunciar qualquer tipo violência. “O Estado do Piauí é destaque nacional e pioneiro nas políticas públicas de prevenção e enfrentamento ao crime de feminicídio, exemplos que podemos mencionar são a criação do Departamento Estadual de Proteção à Mulher e a criação de uma data de referência para discutir esse crime que infelizmente é um problema no país e por isso damos tanta importância a um problema que é muito mais social, do que de segurança pública. Precisamos conscientizar a mulher que ela não se deixe ser violentada e o homem precisa respeitar e entender que ele não vai ficar impune, como a grande maioria dos acusados de feminicídio, foram identificados e apresentados a justiça no nosso Estado”, afirma Abreu.

Cidade Verde

banner megalink Banner Posto Dois Amores banner shopping

Vídeo Veja mais

Incêndios em Picos provocam prejuízos

Nos últimos meses Picos tem registrado vários incêndios que tem provocado destruição e prejuízos a população

banner serão motos peças Comercial Ivan banner datapicos banner paraiba provi

© 2013 Webpiaui - Todos os direitos reservados.

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.

Aroldo Santos - Soluções web